restaurar

Protesto

Adelino Moreira

Eu parto agora chorando / A ti tudo deixando
Numa tristeza incontida / Parto com ela nos braços
E o coração em pedaços / Por te deixar ofendida

Mas direi por onde andar / Custe quanto me custar
Que nunca foste ruim / Que hoje sigo com ela
Por essa mulher ser aquela / Que Deus destinou para mim

Tu lançarás teu protesto / Dirás talvez que eu não presto
Deus sabe se tens razão / Mas eu prefiro este castigo
A continuar contigo / Sem amor no coração

Tu lançarás teu protesto / Dirás talvez que eu não presto
Deus sabe se tens razão / Mas eu prefiro este castigo
A continuar contigo / Sem amor no coração

Todas as informações deste site são postadas inteiramente por seus usuários e seus dados podem conter erros. O Letras exime-se de qualquer responsabilidade sobre as informações publicadas. Entre em contato conosco caso haja interesse em editar ou excluir alguma informação.

É proibida a reprodução das músicas encontradas em nosso site em quaisquer outros meios, sendo permitida somente a visualização das mesmas (Lei 9610/98). Todas as letras de músicas em nosso site são divulgadas apenas para fins educacionais e são propriedade de seus autores. All lyrics in our website are provided for educational purposes only and they are property and copyright of their owners.