restaurar

Última Lagrima

Adelino Moreira

Eu colhi, em cada canto,

A seiva de uma flor,

Em cada rua,

Deixei um novo amor,

No verdor da paixão,

Carreguei, de cada beijo,

A marca da saudade,

Em cada boca,

Deixei ansiedade,

Uma esperança, em cada coração,

Deixei, aos meus amores,

A ilusão que um poema insinua,

Um pedaço de céu,

Um farrapo de lua,

Numa singela estrofe, de canção,

Mas quando eu sentir,

Que o cansaço,

Já me domina, passo a passo,

Regresso a tudo, que perdi,

Pedindo a cada flor, por mim colhida,

Perdão pelos erros, que na vida,

Em nome do amor, eu cometi,

Igual, filho voltando a lar paterno,

Vou esperar, meu sono eterno,

Na minha antiga, moradia,

E alguém, abrindo a porta, ao me fitar,

Sua ultima lágrima, vai chorar,

De tristeza, de saudade e alegria !

Todas as informações deste site são postadas inteiramente por seus usuários e seus dados podem conter erros. O Letras exime-se de qualquer responsabilidade sobre as informações publicadas. Entre em contato conosco caso haja interesse em editar ou excluir alguma informação.

É proibida a reprodução das músicas encontradas em nosso site em quaisquer outros meios, sendo permitida somente a visualização das mesmas (Lei 9610/98). Todas as letras de músicas em nosso site são divulgadas apenas para fins educacionais e são propriedade de seus autores. All lyrics in our website are provided for educational purposes only and they are property and copyright of their owners.